Com apoio da Sejel, Simplício Campos repete a dose e conquista um ouro e um bronze em Circuito Brasileiro Loterias Caixa de Natação

Repetindo o feito da primeira etapa do Circuito Loterias Caixa de Natação, o nadador paralímpico amazonense, Simplício Campos, conquistou uma medalha de ouro nos 100 metros Peito e uma medalha de bronze nos 100 metros Borboleta, durante a segunda etapa da competição nacional, que ocorreu nos dias 18 e 19 de setembro, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. O nadador contou o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).
                Com dois ouros e dois bronzes nas duas etapas da competição, Simplício disse estar muito feliz com os resultados. “Estou conseguindo manter o tempo em uma das provas e consegui diminuir minha marca na prova de Peito e isso é muito bom, pois prova que estou no caminho certo. Agora vou continuar treinando cada vez mais forte para obter um bom resultado na final e trazer muitos títulos para o Amazonas”, afirmou.
Definido por sua incapacidade, qual seja, o de atleta com amputação de membro superior, o amazonense competiu nas classes S8 (Borboleta), SB8 (Peito) e SM8 (Medley Individual), tendo êxito em duas das três classes disputadas e que possuíam cerca de oito atletas cada. A etapa final da competição acontecerá em São Paulo, entre os dias 18 e 21 de outubro, ocasião em que irão participar os oito atletas com os melhores tempos do ano.
A competição – Organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o Circuito Loterias Caixa é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Sua composição compreende quatro fases regionais e duas nacionais, com o objetivo de desenvolver as práticas desportivas em todas as localidades brasileiras. Além disso, a competição vem para desenvolver e melhorar o nível técnico das modalidades, de modo a dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Saiba mais em http://www.cpb.org.br/.

Comentários