Brasil vence a Holanda por 3 sets a 1 e segue firme rumo ao Campeonato Mundial

Em um jogo de muita emoção e grandes atuações, a Seleção Brasileira masculina de vôlei venceu a equipe holandesa por 3 sets a 1 (23/25, 25/17/, 25/23, 25/19), na noite desta segunda-feira (20/08), na Arena Poliesportiva do Amazonas (Amadeu Teixeira), localizada na Avenida Constantino Nery, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.  
A partida, que é uma realização da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e da Federação Amazonense de Voleibol (FAV), contou com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e é a segunda de uma série de três jogos, servindo de preparação para o Campeonato Mundial da modalidade, que tem início previsto para o dia 09 de setembro, na Bulgária e Itália.
De acordo com o técnico da Seleção Brasileira, Renan Dal Zotto, a partida de ontem foi muito importante para dar prosseguimento ao caminho traçado para o Mundial. “Todo jogo entre Brasil e Holanda é duríssimo. A Holanda é uma das melhores equipes do mundo, com um time jovem, preparado, e hoje, nosso sistema de passe sofreu, com um percentual baixo e, consequentemente, sofremos no ataque, mas tivemos maturidade  para definir as bolas importantes em momentos críticos na partida e conseguimos o resultado favorável para o Brasil”, afirmou.

Ainda sob a análise de Dal Zotto, a equipe cresceu na dificuldade. “Começar perdendo por 1 a 0 não é fácil, mas o time soube ter paciência, jogar as bolas difíceis e se mostrou firme para fechar o set na hora importante. Tivemos que mexer em algumas peças, mas todos que entraram corresponderam, então o time está de parabéns. No Mundial, a meta é fazer uma primeira fase muito boa, para ir para uma segunda fase bem classificado. Desde a primeira partida, que vai ocorrer no dia 12 de setembro, contra o Egito, vai ser como se fosse uma final, depois vem a França, Holanda, Canadá e China. Todas partidas muito importantes e vamos buscar a vitória sempre”, destacou.
O próximo desafio entre Brasil e Holanda será na Arena Guilherme Paraense, às 18h (horário local), em Belém – PA.  Dentre os convocados para participar da competição mundial, a equipe verde e amarela teve o desfalque do ponteiro Maurício Borges, que terá de passar por um procedimento cirúrgico no joelho direito, ao se lesionar durante a disputa na Liga das Nações. Assim como o ponteiro Ricardo Lucarelli, que também sofreu uma lesão e não poderá compor o grupo no Mundial.
“São jogadores excepcionais que fazem parte dessa equipe. Acredito que com a ausência deles, o grupo poderá até se fortalecer para jogar em homenagem a eles, porque com certeza, eles gostariam de estar aqui conosco e defendendo a equipe brasileira”, garantiu o técnico Dal Zotto sobre Maurício Borges e Lucarelli.
O jogo -  A Holanda abriu o placar, mas logo foi freada pelo Brasil, que se manteve à frente no marcador durante quase todo o primeiro set. Com o central Maurício Souza e o oposto Wallace, a opções de ataque do Brasil se mostravam cada vez mais efetivas. Com um placar de 20 a 18, o Brasil sofre pressão holandesa, que consegue a virada em 21 a 20. Tempo para o Brasil e, em seguida, equilíbrio no placar para as duas equipes, que empatam em 23 a 23. A Holanda explora bem o bloqueio brasileiro e Smit fecha o set em 25 a 23. 
O Brasil tentou se reorganizar e abriu o marcador no segundo set. Explorando os ataques pela direita com o oposto Wallace, a equipe verde e amarela abriu a vantagem de quatro pontos e continuou crescendo na partida. Lucão se sobressaiu no set tanto nos bloqueios quanto nas jogadas ofensivas, e conseguiu aumentar ainda mais a vantagem brasileira que, quase ao fim do set, já contava com um placar de 22 a 14. A Holanda ainda tentou responder com ataques rápidos, mas o Brasil fechou com tranquilidade o set por 25 a 17, com uma bela cravada de bola de Lucão pelo meio.
Lucas Loh abre o placar para a equipe brasileira, mas encontra uma Holanda muito mais determinada a vencer o set. Com ataques rápidos pelas laterais e a exploração dos bloqueios brasileiros, a Holanda disparou no marcador, com um placar de 13 a 10. Reação brasileira com lances de Lucão e Wallace. Maurício aparece como opção de ataque pelo meio e surge como um paredão para conter o ataque adversário, resultando na virada do Brasil em 16 a 15. Ao fim do set, Evandro entra em quadra e marca, match point para o Brasil, em 24 a 23. A Holanda se atrapalha e quem leva a melhor é a equipe brasileira, fechando o set em 25 a 23.
        Mantendo a boa fase, o Brasil abre mais uma vez o placar. Com boas defesas de Bruno e tranquilidade do ataque brasileiro, o set foi dominado pela equipe verde e amarela. A Holanda tentou avançar, mas foi contida pelas diagonais de Wallace e os bloqueios de Kadu e Lucão. Com sede de vitória, o Brasil não contou conversa e aumentou a vantagem sobre a Holanda, que passou a errar mais nos ataques. Após vários match points, Kadu não dispensou e, após um belo bloqueio, deu números finais ao set em 25 a 19.
Destaque –  O central brasileiro Lucas Saatkamp, também conhecido como Lucão, foi um dos grandes destaques da partida. O jogador disse que o resultado foi bom e que a preparação para o Mundial continua. “A partida foi menos constante do que a primeira que nós fizemos. Acredito que eles (holandeses) jogaram melhor e conseguiram equilibrar o passe, da mesma forma, o levantador da Holanda conseguiu melhorar a rodada de bola. E é quela coisa, quanto mais as equipes se estudam, mais difícil fica de derrotar o adversário. Acredito que se continuar nesse ritmo, teremos mais uma bela partida em Belém”, afirmou.
Sobre o carinho da torcida, Lucão disse que é algo diferente. “O carinho é muito grande e todos nos tratam super bem. O mais surpreendente é que mesmo sem ter uma expressão maior da prática de vôlei aqui em Manaus, ainda sim todos nos conhecem e acompanham o esporte e nós só temos a agradecer essa recepção tão calorosa da torcida manauara”, afirmou.
Estreia - No primeiro jogo entre as equipes, o Brasil venceu a Holanda por 3 sets a 0 (25/20, 25/22 e 25/16) e assegurou a estreia com vitória, da série de três jogos amistosos a serem disputados contra a equipe holandesa. A partida ocorreu no último sábado (18/08), no ginásio Nilson Nelson, em Brasília, sob o olhar atento de 7.600 torcedores.
Confira os convocados para o Mundial:
Levantadores: Bruninho e WilliamOpostos: Wallace e EvandroCentrais: Lucão, Maurício Souza, Éder e IsacPonteiros: Lipe, Lucas Lóh, Douglas Souza, Rodriguinho e Victor CardosoLíbero: ThalesConvidado: Kadu (ponteiro)

Comentários